Guia Definitivo sobre Marca, Logotipo e “Logomarca”

Guia Definitivo sobre Marca, Logotipo e “Logomarca”

Blog
Marca, logotipo, logo, "logomarca". É uma sopa de palavras em que as pessoas acham que é tudo a mesma coisa. Pois bem... Não é bem a mesma coisa. Surpreso? Então vamos esclarecer tudo começando por um mal entendido que só existe na nossa querida língua portuguesa. Você sabe o que é "logomarca"? Todo mundo sabe, não é? E aqui ela está grafada entre aspas porque é uma palavra tão bonitinha quanto ordinária... Em algum lugar desse nosso mundo, algum lusófono diferentão resolveu fazer uma quimera da Língua Portuguesa e saiu essa obra prima, cujo sufixo e prefixo significam, em suma, a mesma coisa: a palavra "logo" sozinha já caracteriza marca. Mas é bonitinha, já disse, todo mundo usa — até mesmo o Aurélio. Então tá, né? "O que está escrito aqui? Logomarca? Não pode ser, gente..."…
Leia mais
Profissionais X Amadores

Profissionais X Amadores

Blog
A curiosidade pode criar especialistas e entusiastas. Se interessar por um assunto é a centelha para definir dois caminhos em nossa cabeça: ser um entusiasta apaixonado acerca daquele assunto ou ser um especialista comprometido. E como curiosidade pouca é bobagem, especialistas e entusiastas podem se confundir e pregar peças nos mais desatentos, podendo resultar em desastres em cadeia. A Macuza te ensina a escapar dessa cilada, revelando as principais características de cada um. O especialista O especialista é aquela pessoa que, além de ser um apaixonado pelo objeto de seu ofício, busca conhecimentos e certificações reconhecidas no segmento que rege sua especialidade e está em constante aprimoramento e aprendizado. É o profissional que exerce a função na área que domina e, na maioria das vezes, possui formação acadêmica ligada à sua área. O…
Leia mais
Ideias persistentes

Ideias persistentes

Blog
Criar uma campanha ou uma marca é uma tarefa tão prazerosa quanto complicada. Uma das características que torna qualquer inspiração bem sucedida é sua constante evolução no desenvolvimento de um projeto de marketing ou projeção visual. Mas sempre existe aquela ideia que não queremos abrir mão por questões sentimentais e aí é que mora o perigo. Livre-se delas! Uma ideia precisa combinar com os demais itens de um projeto. Ela precisa somar, não fazer volume (conteúdo vazio) ou ser a "estranha no ninho". Um exemplo de ideias persistentes é a de empresas pequenas que costumam "economizar" criando sua identidade visual em mídias impressas, como cartões e folderes, e o resultado é quase sempre uma colcha de retalhos que não fazem sentido entre si e não representam nem de longe o objetivo do…
Leia mais